sexta-feira, 10 de setembro de 2010

Ahhhhhhhhhh.....




"Fecha os olhos e esquece. 
Escuta a água nos vidros,
tão calma. Não anuncia nada.
Entretanto escorre nas mãos,
tão calma! Vai inundando tudo...
Renascerão as cidades submersas?
Os homens submersos-voltarão?
Meu coração não sabe.
Estúpido, ridículo e frágil é meu coração.
Só agora descubro
como é triste ignorar certas coisas.
(Na solidão de indivíduo desaprendi a linguagem com que os homens se comunicam.)"

            Carlos Drummond de Andrade

Um comentário:

Sil.. disse...

Até roubei isso do Drummond, de você.

Valha-me Deus, que coisa linda!!