quinta-feira, 7 de outubro de 2010

Sentido


Na solidão do dia fui à praia, sempre me perdi entre o azul do mar e do céu, tento me achar, busco sentidos para sentir, nem sempre acho, mas é uma tentativa.



8 comentários:

Malu disse...

Dario,

Algumas vezes é bom a gente se perder ,...eu gosto de me perder de quando em quando ...
Me faz bem.

E é quando nos perdemos que acabamos nos encontrando. :)


BjãO e uma Noite de Céu Estrelado.

Wanderley Elian Lima disse...

O importante é nunca desistir de tentar.
Abração

Silene Neves disse...

" Busco sentidos... para sentir!"

Na busca... os sentidos se cruzam... se misturam... se ocultam...

Linda noite!

Beijo-te... em todos os seus sentidos!

Sil
Sempre aqui

Obs. O e-mail se tornou quase um poema... não me contive... publiquei... bem a minha cara! Você me revela!!! Com respeito... e admiração!

Sil.. disse...

Dario,

E me fez lembrar o mar, no sentido de me achar!
Moro perto do mar, e acredite:
Qquer problema que eu esteja passando, é pra lá que eu vou.
É ali que busco as respostas.
O mar fala comigo!

Um abração pra ti!!!!

Maurileni Moreira disse...

dario... meu bem, amanhã será dia corrido: estou em caucaia agora, daqui vou direto pra bienal, de lá vou ensaiar, depois ou vou pra minha mae, ou vou dormir. no sabado a gente grava e logo em seguida eu vou pra guaiuba, possivelmente cobrir a bienal. beijos meu lindo. nos vemos!!!

nouvelles couleurs - vienna atelier disse...

Eu também muitas vezes fortografo metros acima do lugar onde estou nesse momento, e eu mesmo quando eu faço isso sempre soy sola...

:-) heheheh talvez la solitude ispira a fotografare los pies (metro?)

desculpe para mi portuguese nao é bueno...

H.Brayan disse...

olá dário

é a minha 1ª vez aqui... é como dizem: a primeira vez a gente nunca esquece ...rsrsr

gostei muito daqui, vou ler-te sempre que for possível.

quantos cohabitante conhecido ...Silene,Malu,Franck.. isso é legal.

quanto ao pensamento...

não entendo como alguém se acharia entre o azul do céu e do mar, o limite do infinito do mais intenso horizonte feito para sentir-se perdido e solitário... completo.

me bateu uma saudade do vento salgado e pés imersos na arreia.

Abrço.



ps: sigo-te.

Encantadora de Abelhas disse...

Tbm gosto de me conectar dessa forma, o mar e o céu se perdem numa linha só, se confundem e eu me encontro!
Que sua noite seja linda como seu texto/poesia,
Bj!