quarta-feira, 2 de março de 2011

Quantos de Mim

Quantos de mim você já viu chorar? Pode não ter sido eu, eu sou tantos... Talvez tenha sido aquele que eu matei ontem, hoje não vou ter tempo para olho no olho, não sou dado aos jogos de amor, eu não gosto de jogos e não acredito na dinâmica de amor que você me propõe, Pra falar a verdade não acredito nesse formato pré-estabelecido de amor que você impõe, esse amor eu já enterrei há muito tempo, para ultrapassar a verdade; hoje eu não acredito em amor, talvez amanhã. Eu já vou me indo, vou enterrar mais um de mim. Talvez amanhã não me reconheça. Deixa eu passar...

5 comentários:

Wanderley Elian Lima disse...

Aplausos, aplausos, aplausos. Amei.
Bjux

Kati Froes disse...

Muito bom!
beijos querido.. =)c

Silene Neves disse...

Oi Amigo Querido!

Saudades de vc tbm!

Queria ler uma postagem sua todos os dias! Amo o seu jeito de escrever!

Hoje... especialmente vc foi perfeito!

Beijos meus e meus carinhos tbm!

Sil

Com carinho

MAILSON FURTADO disse...

Belo post!!!

Belo blog,gostei daqui... VOltarei mais vezes...

Convido vc a conhecer meu trabalho (poesia, musica, teatro)

Ficaria muito feliz!

http://mailsonfurtado.com

Mente Hiperativa disse...

Você enterra seus eus??? Eu deixo meus eus amarrados no pé da cama, amordaçados, afinal nunca se sabe quando podemos precisar deles né...