terça-feira, 28 de setembro de 2010

Te Espero


Você me observava de longe, acho Nos conhecemos de algum lugar, talvez nos meus sonhos. Eu estava vestido de verde, mas podia ser de amarelo, escutava Maria Rita, mas podia ser Elis Regina, estava indo para o ponto de ônibus, mas podia ser a estação de metrô. Me tele transportei... Estou vivendo de sonhos, em doses homeopáticas. Levo um livro debaixo do braço, é aquele livro do Bandeira que você me deu, estou vivendo dentro dele, nada é real até que eu queira. Me deu vontade de ter olhos azuis, os meus são castanhos, são sonolentos, muitas vezes cansados, me escondo por de trás de óculos escuros... Cadê você que não encontro? Nina Simone te mandou um recado: Ne Me Quis Te Pas! Não sei se a escrita esta correta, tentei. Tenho a sensação que a distância aprisiona a alma, mais tenho que rever sensações e conceitos. Espero  encontrar você por ai ou por aqui, sei lá, ou talvez em algum sonho, fumar um cigarro, beber um café, sem pressa, com urgência, sem o medo de virar cinzas ou fumaça, sou mais que isso, sou mais que tudo, quero tudo, quero mais do que raspas e restos, preciso de tudo, preciso de ti. Queria ser o porquinho-da- índia, aquele porquinho do Manuel Bandeira! Porque assim eu poderia ser teu primeiro namorado.

8 comentários:

Silene Neves disse...

Simplesmente maravilhoso para esse início de noite...

Lindo demais Dario!!!

Me banhou de amor, esperança e beleza...

Beijo da Sil
Sempre aqui

Malu disse...

Bela declaração de um amor ...


Bjo.

Malu disse...

Dario ,

Coisa boa é receber palavras tão
bonitas como as que você me escreveu ...
Quem me dera ser vidente , Rsrs.

Sabe o que é !?
É que meu coração é bobo , vagabundo , não se cansa ...
E se quebra e se cola e se quebra e se cola e assim vai e com ele vou ... :)

Daí essas nuances que você percebeu.


Mas fiquei muito feliz com seu comentário , porq , mesmo te visitando pouco , te tenho carinho.

Um BjO Gigante e uma Noite Serena.

Sil.. disse...

Isso esta me cheirando um grande, mas um grande amor!


Acertei???


Beijoooooo!!

PauloMitchell disse...

É um texto leve mas com um intenso sentimento, adorei :)

Maurileni Moreira disse...

Não consigo dizer, acho que aqui está pesando... Acho que a distância é necessária, acho que eu preciso ver outra coisa, acho, não sei... Não consigo te dizer.

Mente Hiperativa disse...

Depois dessa eu só posso dizer uma coisa...

Não esquece de me convidar pra o lançamento do seu primeiro livro! Quero ir pra o coqueteeeel! Rsrsrs

Tô falando sério. Tá massa o texto.

Poesias-Franciéle R.Machado disse...

Que conto mais encantador e prazeroso de se ler, pois tem aquele modo envolvente e que dá vontade de ler até o final, e se trata de uma coisa que muitos vivem, é o cotidiano...

Parabéns! =D

Vou divulgar seu blog, se tiver algum banner daí você me manda e eu coloco.
Agradeço a parceria :)

Boa Tarde!Bjos.